quinta-feira, 28 de abril de 2011




A MONARQUIA ESTÁ EM ALTA





Era uma vez…
numa terra muito distante…


Uma linda plebéia, independente e cheia de auto-estima. Ao cursar a Universidade conheceu um rapaz alto, louro, olhos claros, elegante, sangue azul, avós fidalgos, que contemplava o mundo do alto de um castelo. Enquanto ela pensava em como seria maravilhoso morar naquele castelo, ele, por outro lado, desejava sentir-se plebeu, uma pessoa comum. Para isso serviu nas duas Forças Armadas, tornando-se piloto da Força Aérea, e quando foi para a Universidade, poderia ter ficado num apartamento morando sozinho, mas preferiu dividí-lo com mais quatro estudantes como qualquer mortal, sendo um deles , a plebéia que sonhava com o princípe.

Foi assim, do encontro desses sonhos, que em uma cabana na África ela recebeu o pedido de casamento do príncipe, e os dois decidiram se casar, assim como Kate e William.

Ah, o poder mágico que os contos de fadas exercem sobre nós!


Todos um dia já vivemos e nos deleitamos sobre o encanto deles. Quando o conto de fadas se torna tangível, com carruagens, banquete, palácio, príncipes e princesas de verdade, o sonho reascende em meio às angústias e dificuldades do dia-a-dia. O mundo inteiro, milhões de pessoas, nesta sexta-feira, 29 de abril, estará com os olhos voltados para o casamento de Kate Middleton e do príncipe William, movimentando a imprensa e as redes sociais.


Kaká, como bom fotógrafo que é, está em Londres na casa do Richard, amigo que conheceu quando estudava e trabalhava por lá, nos idos dos anos 90. Chegou no começo da semana, e a cada momento tem atualizado o blog e enviado emails pra Maria Rita com notícias de lá:


É incrível, a cidade está em festa coberta de bandeiras azuis, vermelhas e brancas entrecortadas pelas cruzes de São Jorge, Santo André e São Patrício simbolizando a união do Reino Unido: Inglaterra, Escócia e Irlanda (apesar da separação da Irlanda do Norte). Em frente ao Buckingham Palace, é inacreditável a quantidade de estúdios de tvs montados lá, a cada dois metros tem alguém dando entrevista.

Os Beatles ficaram para trás. Os guardas da Rainha com seus galardões e chapéus engraçados também. Em Londres, os personagens são outros. O interesse de turistas e ingleses agora é um casal, que ainda nem casou: Príncipe William e Kate Middleton, a partir de amanhã, Sua Alteza Real Catherine.

O casamento está movimentando de forma alucinante as ruas do Centro de Londres, contrastando com a tranqüilidade e sobriedade britânicas. Nas lojas de souvenires, lotadas de turistas neste início da primavera, William e Kate Middleton estão em todos os lugares na forma de pequenas lembranças como pratos de porcelana, xícaras, canecas, broches, bandeiras, chaveiros, toalhas de mesa, moedas e até sacolas plásticas.


Para os comerciantes londrinos ao entorno do Big Ben, o faturamento tem sido alto e nada desprezível.

A Abadia de Westminster, local onde William e Kate irão se casar, está sendo preparada para receber o casal real e os quase dois mil convidados escolhidos “a dedo”. Ao todo serão 1,9 mil, cuidadosamente selecionados pelo casal, pelo governo britânico e pela família real.


Aliás, os convites para o casamento são dignos de nota, foram impressos em uma famosa gráfica londrina e ganharam o brasão real impresso em ouro. Sim, ouro! Como é de se esperar da pontualidade britânica, os convites foram enviados em fevereiro. Entre os famosos esperados estão o casal David e Victoria Beckham, Sir Elton John e o ex-marido de Madonna, o diretor de cinema Guy Richie.


O cerimonial da Família Real está preparando um verdadeiro espetáculo para os milhões de britânicos e turistas que devem se aglomerar para ver o casal. Eu serei um deles, oportunidade única! Após a cerimônia religiosa na Abadia de Westminster, o casal sairá em cortejo até o Buckingham Palace, onde a Rainha Elizabeth vai oferecer uma recepção para 600 convidados. O cortejo passará por pontos conhecidos da capital britânica como o Parlamento, o Big Ben, o St. James Park e o The Mall.

O clima de festa é tão grande que o dia 29 de abril será feriado em Londres, coisa rara por aqui. Todo o transporte será gratuito para que as pessoas possam assistir a carruagem passar.

Cinco mil ruas em todo o país serão fechadas, para que os ingleses as decorem e coloquem suas mesas nas calçadas para o almoço, assim como fizeram no casamento de Charles e Diana.

Amanhã estarei no St. James Park para assistir a passagem do cortejo real em direção ao Palácio de Buckingham, difícil não voltar ao ano de 1981 e lembrar do casamento da inesquecível Lady Di com o sapo, rsss. Prometo tirar muitas fotos e postá-las aqui.

Enquanto isso, curtam uma divertida paródia do casamento real:





A Casa Real Inglesa continua viva.

As meninas continuam crescendo com histórias de princesas e príncipes, os filmes de Hollywood estimulam em suas produções a união entre pobres e ricos, plebéias e príncipes. As novelas globais e a Revista Caras fomentam a cada novo capítulo ou exemplar o desejo de ascender à aristocracia sorridente, que brinda sua felicidade em mansões suntuosas ou na Ilha de Caras. De forma que, o casamento do príncipe William com Kate toca profundamente no imaginário coletivo.

E não é só isso. Traz ventos de renovação para a Casa Real Britânica. Aliás, o filme ganhador do Oscar deste ano, "O Discurso do Rei", mostra de forma dramática a necessidade que a Família Real inglesa sempre teve de se incorporar às mudanças e aos novos tempos, fazendo uso então de uma nova mídia, o rádio.

O casal real como mais uma peça na cultura pop, projeta-se como ícone de identificação para o cidadão comum. As roupas de Kate já viraram moda, a cópia do anel de noivado real chegou à Rua 25 de Março, o desenho do vestido de noiva será copiado por estilistas do mundo todo, o sorriso de William prenuncia a sucessão em grande estilo, fazendo antever que sua avó - pulando uma geração (a de Charles, abdicando este à Coroa ufa!)- passará a Coroa ao neto, indiscutivelmente mais carismático. Oxalá o faça bem rápido, antes que a primeira crise conjugal chegue aos tablóides, rsss. Sorry, não resisti!


Shadow


Licença Creative CommonsA obra A MONARQUIA ESTÁ EM ALTA de MARIASUN foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...