sábado, 25 de agosto de 2012



JOAQUIM BARBOSA,
A PERSONALIDADE DO MOMENTO






Responda rápido: Quem você acha que é a personalidade do momento no Brasil?

Vamos... não pode ser tão difícil!

- Hmmm... eu acho... Nina... não, Carminha... aaah... Gina a indelicada... pode ser... Nicole... não, Viviane... a Luiza... não, ela já voltou do Canadá... deixa eu ver...

Você já ouviu falar no Fael?

- O Fael? Claro, ele foi o ganhador do último BBB, é peão de rodeio, laçou um milhão de reais, é lá de Aral Moreira, Mato Grosso do Sul.

Você já ouviu falar no Joaquim Barbosa?

- Joaquim Barbosa?... hmmm... você quer dizer Barbosinha, o jogador de futebol?

Aff! Ok, não precisa se esforçar tanto!

Gente, tem algo errado acontecendo!?!

Tudo bem que ninguém precise ser um "caxias" ou uma enciclopédia ambulante vinte e quatro horas por dia, as pessoas tem o direito de se divertir, assistir a novela das oito, ter o seu reality favorito, torcer pelo time do coração... mas, dar uma banana a tudo o mais que acontece ao seu redor, é um pecado imperdoável.

Quais os rumos de uma sociedade que não se revolta com o mau uso do dinheiro que sai do seu bolso, mas que grita, xinga, esperneia quando seu time perde em casa ou seu favorito no BBB é mandado pro paredão???

Se tivéssemos os mesmos brios para combater os políticos corruptos e desonestos, certamente viveríamos num país melhor.

É triste ver que o povo preocupado com assuntos e temáticas que pouco ou nada vão mudar suas vidas, esteja cada vez mais alheado, alienado das questões políticas, econômicas, sociais, culturais ou ambientais, que diretamente o afetam, e mereceriam sua total atenção. Onde estão os jovens idealistas que derrubaram a Ditadura Militar? Onde estão os combativos cara pintadas?

Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho descaso e distanciamento com a realidade.

Sério que você não sabe quem é Joaquim Barbosa, mas sabe quem foi o último vencedor do BBB?!?

Vou dizer quem é Joaquim Barbosa.

Joaquim Benedito Barbosa Gomes, esse grande brasileiro, é Ministro do Supremo Tribunal Federal, tem 57 anos, natural de Paracatu, Minas Gerais. Possui título de Mestre e Doutor em Direito pela Universidade de Paris, foi o primeiro negro a chegar à mais alta Corte Brasileira, sendo hoje o seu Vice-Presidente.

Há seis anos convive com a Ação Penal 470 (Mensalão) e uma crônica dor nas costas. Nesta semana começou a dizer adeus à primeira, com um voto primoroso.

Mensalão, para os mais desavisados, surgiu na língua pátria para designar os atos de um complexo sistema de corrupção de parlamentares, uma verdadeira organização criminosa, com tentáculos no Palácio do Planalto e sob as vistas do então Presidente da República, o Luiz Inácio Lula da Silva.

Pelo histórico e pareceres anteriores de Joaquim Barbosa, Ministro-Relator do Mensalão, os demais Ministros e os advogados dos 38 réus eram unânimes em prever que o seu parecer seria favorável à condenação da maioria dos acusados pelo Ministério Público.

Não deu outra! Seu voto nesta semana mostrou que pra ele lugar de bandido e ladrão, é na cadeia! “É um Promotor em pele de Magistrado”, constatou um dos advogados do Mensalão.

No Supremo Tribunal Federal colaciona inflamadas discussões com os outros Ministros, a mais conhecida talvez seja a que protagonizou com Gilmar Mendes, a quem acusou de ter “capangas”.

Para ele Rui Barbosa poderia ter escrito:

"Eu não troco a justiça pela soberba. Eu não deixo o direito pela força. Eu não esqueço a fraternidade pela tolerância. Eu não substituo a fé pela superstição, a realidade pelo ídolo".

Joaquim Barbosa foi indicado ao Supremo Tribunal pelo ex-Presidente Lula, naquela época este se gabava, dizendo aos seus conselheiros que indicaria o primeiro Ministro negro para a Corte. Independente da cor da pele, não tinha como ser outro o indicado. Seu currículo era brilhante. Além da titulação na França, foi Professor convidado no Human Rights Institute da Faculdade de Direito da Universidade Columbia em Nova Iorque e na Universidade da Califórnia Los Angeles School of Law, falando fluentemente inglês, francês e alemão.

Desnecessário é dizer que, os mesmos companheiros do ex-Presidente Lula que antes se rasgavam em elogios a ele, hoje desdenham a sua nomeação. As voltas que a política dá!!!

E vejam só a ironia. No governo de Fernando Henrique Cardoso recusou o cargo para ser Secretário Nacional de Justiça. Sendo que, se na época tivesse aceitado, não teria sido indicado ao Supremo Tribunal pelo ex-Presidente Lula, e hoje não seria o Relator do caso que é o pesadelo dos petistas.

E pra quem possa pensar que ele é um homem de preto “full time”, os mais chegados sabem que sem a toga é uma pessoa normal, com um humor sarcástico característico e apreciador da boa música como MPB e jazz. Toca piano e violino desde muito jovem. Não fosse a dor crônica nas costas, talvez ainda jogasse futebol, um de seus hobbies favoritos no passado.

Esta é, sem dúvida alguma, a personalidade do momento.

Prefiro acreditar que neste instante estamos alienados e não que somos alienados, na certeza de que sempre será possível superar o vazio de conhecimento e informação do qual boa parte da população carece e padece.

É preciso ter consciência antes de tudo, de que um dos efeitos imediatos - de um povo que prestigia mais a novela das oito, o futebol ou o reality show do que a sua realidade - é a perpetuação de ações como a corrupção e o mensalão, pelo simples fato das autoridades não serem confrontadas com os desmandos, bandalheira e roubalheira enraizados na esfera do poder.

Como já alertava Renato Russo: "Não temos tempo a perder".


"Alienação! Caminho da servidão". (Antonio Gomes Lacerda)



O Brasil progride à noite, enquanto os políticos estão dormindo. (Elias Murad)


Shadow/Mariasun





Licença Creative CommonsO trabalho JOAQUIM BARBOSA A PERSONALIDADE DO MOMENTO de MARIASUN MONTAÑÉS foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.


O sistema de comentários voltou!!!



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...