segunda-feira, 24 de agosto de 2009




A FAZENDA DA MÃE JOANA




Existe um certo fascínio pelos realities shows, talvez a motivação esteja naquela curiosidade tão humana em bisbilhotar e palpitar sobre a vida alheia.


Não fujo à regra, já acompanhei alguns realities na TV a cabo, na Globo e confesso que do BBB já cansei, No Limite não faz minha cabeça, e que OAprendiz sempre esteve no topo dos meus favoritos. Somando-se a esses e na briga pela audiência, a Record resolveu colocar, meio às pressas, A Fazenda. Como a vida no campo me atrai, aprecio animais, e gosto de estudar o comportamento humano, passei a acompanhar mais esse novo reality.

Foi assim, que comecei a sintonizar na Record, confesso que antes raramente zapeava por lá. Num primeiro momento gostei do que vi. Boas locações, lindas paisagens, variedade de pássaros, verde por todos os lados, animais (cavalos, ovelhas, vacas, bezerros, galinhas,...) que fazem parte da fazenda, e do imaginário da minha infância, e até um cachorro, o Max, um lindo Golden Terrier que lá entrou para alegrar e encantar. Mas como não se deve julgar um livro pela capa, ou um programa de televisão pela publicidade em torno dele, passei a observar com olhar crítico o que via e lia sobre o reality, que terminou ontem.


O nascimento de Tirulira e as estripulias de Max, ternos momentos


Posso dizer que, no decorrer dos 84 dias de exibição, algo se perdeu no caminho dessa Fazenda e nas pretensões da emissora. Muito embora o encerramento tenha me agradado. Apesar do indisfarçável desconforto da maioria dos participantes, houve alegria, música na medida certa (gostei da inclusão daquelas que foram criadas pelos participantes no confinamento), teve um toque de emoção na despedida do Max, e um revival dos melhores momentos, bem selecionados por sinal. Que bom que não se restringiram apenas a mostrar brigas, caras feias e fofoquinhas maledicentes pelos cantos! Deram destaque também às festas e às provas, estas (as provas) sempre inteligentes, criativas e bem elaboradas, um dos pontos altos do programa. E pasmem, o próprio apresentador estava mais leve, mais confiante, mais comunicativo. A impressão que tenho é que deixaram tudo para o último dia, assim não dá, né!

Mas isso não apaga os graves erros e equívocos cometidos pela emissora.


Até ontem as edições foram mornas, repetitivas e desinteressantes. A que ou a quem atribuir isso? À seleção dos participantes, fracos e sem carisma no geral? À escolha do apresentador, muitas vezes inseguro, parcial e que pecou pela falta de empatia com o público e com os participantes? À forma de exibição ao público? Sem pay-per-viu ficou difícil acompanhar, por não se saber até que ponto a edição mostrou apenas o que quis, isso sem contar que a apresentação ao vivo, muitas vezes foi interrompida para fazer merchand de outros programas da grade, como musicais e novelas. Penso que lugar de divulgar as atrações da emissora é o intervalo comercial, que diga-se de passagem, já é bem longo. Ao site? Este deixou a desejar, tendo em vista que o editor responsável pelas notícias e atualizações, pecou pelo português sofrível e comentários subjetivos, o que jamais caberia a ele fazer.

Alguns desses pontos poderiam ter sido corrigidos no decorrer do programa, mas não o foram. Contentaram-se com o faturamento e os bons índices de audiência que a atração rendeu. Tiveram bons patrocinadores é verdade, até mesmo por que, em sendo novidade, atraiu a audiência, e onde houver consumidores lá estarão os patrocinadores. A Fazenda rendeu bons frutos também às demais atrações da emissora, que tiveram a sua audiência alavancada.


Mas aí, aconteceu uma coisa que seria engraçada se não fosse trágica. Sabem aquele ditado que diz que a pessoa que nunca comeu melado, quando come se lambuza? Pois é, foi o que aconteceu com a Record. Todos o programas, em todos os horários, começaram a explorar a boa pontuação da Fazenda para alcançar uns pontinhos a mais no Ibope. E foi aí que se perderam, se lambuzaram, escorregaram feio, e o pior, perderam a oportunidade de melhorar o nível de suas atrações, para manter cativo o público após o final da Fazenda. O que se viu foi um despreparo geral dos apresentadores, diretores e produtores da emissora. Que sentido tem em sentar os familiares dos participantes em um sofá, para debater cenas de brigas e fofoquinhas? Permitir que os eliminados, façam uma romaria em todos os programas da grade, para tripudiar e achincalhar os que ficaram, apenas por pura maldade e despeito? Onde foi parar a boa educação, as boas maneiras e o bom senso dessas pseudocelebridades? Na Fazenda que não foi com certeza! Aonde está a ética, a lisura, a imparcialidade da emissora, princípio básico do Jornalismo, que se permitiu dar destaque a alguns participantes em detrimento de outros, e o que é pior, fomentar e ser conivente com julgamentos e críticas pejorativas dirigidos a pessoas que não estavam ali para se defenderem?

Agora eu pergunto: É possível fazer televisão desse jeito?


No programa matutino, os apresentadores cansaram de mostrar, levianamente e à exaustão, as piores brigas havidas na Fazenda, divertindo-se muito até. Será que não conseguiram selecionar um momento sequer de descontração, de alegria, de carinho e amizade que valesse a pena ser mostrado também à exaustão? Os entrevistadores então são horrorosos, descambam para o sensacionalismo barato, usaram e abusaram dos familiares dos integrantes da Fazenda, como se fossem retardados. Fazem uma pergunta e antes que venha a resposta, chamam o comercial (interminaaaaável) e quando voltam, mostram-se impacientes se a resposta não é breve, fazem suspense em cima de tolices, e a maior de todas é o desafio da passarela, que acabam impingindo a todos os eliminados. Pra que isso? Uma passarela nas alturas em forma de S, que não é fixa e por isso balança (com ou sem vento), sendo que até quem trabalha em circo teria dificuldade em atravessar? Qual a graça em ver a pessoa subir e travar de medo lá em cima? É o prazer de vê-la cair feito jaca madura, é isso? Será que o tempo da televisão é tão barato assim, que a Record se dá ao luxo de ficar focalizando, às vezes por quase uma hora, o sujeito paralisado em cima da passarela pela vertigem e medo, ou será que é preguiça, falta de assunto e de criatividade para fazer uma pauta decente? Ao menos o S da passarela resume bem o programa, S de sandice, de sensacionalismo barato. Aliás, onde estão os assesssores dessa gente que participou da Fazenda? Está no contrato deles que terão que pagar esse mico?



As imagens falam por si

Praticamente colado a esse programa, vem o Geral do Brasil. Olha, confesso que quando vi o apresentador pela primeira vez, achei que tinham contratado o Clébis, vestido um terno nele e colocado para comandar o programa. Que Clébis? Ele mesmo, o capataz da Fazenda. Sim porque é tão matuto quanto. Aliás, não sei se o Clébis não se sairia melhor.

Também não sei o resultado da investigação que o Ministério Público de São Paulo está fazendo sobre a aplicação de recursos do bispo em suas empresas de telecomunicação, mas uma coisa é certa, esse investimento não chegou aos apresentadores, diretores e produtores da emissora.

Como é que uma rede que quer chegar a ser a segunda, quiçás a primeira, disputa quase no tapa com a RedeTV, uma entrevista com a mãe e o pai de um dos participantes, abandonado por eles aos cinco anos de idade, ou promove diante das câmeras um encontro constrangedor entre eles? É boçal, é grotesco, é oportunista, não se coloca um participante (que já lhe rendeu pontos no Ibope) numa situação vexatória dessas, e nem tampouco pessoas de idade avançada, analfabetas ou semi-alfabetizadas, que já foram duramente maltratadas pela vida. Isso não é padrão de qualidade nem aqui nem em Tanganica. É Mundo Cão !!! Não se devassa a vida de ninguém dessa forma, é preciso ter respeito pelo ser humano e muito cuidado ao expor as chagas fétidas das pessoas ao público. Quem ganha com isso?

Ouvi dizer que a Record está cogitando em emplacar a 2a. edição da Fazenda ainda neste segundo semestre. Creio que se o fizer, estará dando um tiro certeiro no pé. A atração precisa ser reavaliada, não queira começar aos trambolhões, porque irá perder audiência. É preciso dar um tempo para rever e analisar muitos equívocos, inclusive cometidos pelos demais programas da grade. Sim, porque é difícil separá-los da Fazenda, já que todos se acham os donos absolutos da atração, com o direito até de traçar-lhe os rumos. Virou a Fazenda da Mãe Joana, onde todos palpitam! E, analisando friamente, acho que foi exatamente aí, que a Fazenda se perdeu. Os eliminados da Fazenda estão sendo jogados na programação da emissora como se fosse num Circo de Horrores, isso não é nada ético e nem admirável, considerando-se que alguns são contratados da emissora. Para quê as entrevistas com familiares e amigos, ex-participantes avaliando e dando nota a quem não está ali para contra-argumentar? Por que não fazê-lo quando todos puderem estar reunidos? Os demais programas da emissora que se contentem em fazer chamadas da Fazenda, com isenção e imparcialidade, pois isso já estará de bom tamanho. Dêem à Fazenda2 uma identidade própria e independente das demais atrações da rede.

Não busquem apenas a audiência e o faturamento, mas qualidade, caso queiram se manter no patamar que chegaram e continuar crescendo. Além do mais, esses realities devem deixar saudades, para que o público fique desejando a sua volta, não é à toa que o BBB, OAprendiz têm uma edição ao ano. Não queiram levar o público à saturação, pois ele se cansará.

Chegar a ser líder de audiência não é difícil, basta colocar no ar algo que seja
novo, atraia o público e tenha patrocínio, o difícil é ter talento e fôlego para se manter lá. O fato da Record ter batido, por alguns minutos, a toda poderosa Globo, não significa que está por cima. Vale lembrar, que o SBT também está no paréo, e ao meu ver, neste momento, com as novas contratações e o genial Silvio Santos, este sim com forte apelo popular, é quem pode vir a dar muita dor de cabeça! Enquanto vocês ficam na queda de braço com a RedeTV para ver quem sequestra o pai ou a mãe de alguém para dar um furo de reportagem, ou melhor, para levar ao ar de forma sádica o lado mórbido das pessoas a fim de causar comoção e lágrimas, o dono do Baú corre por fora e ri à toa.

E nao venham com aquele discurso de que quem não estiver satisfeito, clique o controle remoto. A partir do momento que a televisão tornou-se um veículo de massa e formador de opinião, que uma emissora é capaz de eleger e destituir um Presidente, enquanto cidadãos, temos o direito de acompanhar não apenas a corrupção que grassa no país, mas o público alvo dos meios de comunicação. Não é preciso ser muito letrado para perceber, que a programação da Record, em peso, parece estar dirigida para aqueles que, na Índia, são conhecidos como dalites, muito bem retratados em "Caminho das Índias" por Glória Perez como "poeira sob os pés". Ocorre que não estamos na Índia, não vivemos em um sistema de castas, e estamos longe de ser poeira ou de ser subjugados pelos pés de uma emissora.

E vocês, o que pensam a respeito? O que acharam da Fazenda?


Tenham uma ótima semana!


Shadow/Mariasun



O megashow já aconteceu, mas ainda há tempo de fazer a sua doação.
Faça parte dessa corrente de solidariedade.
Pense que infinitas gotas de água podem formar um oceano, e você pode ser uma.


Ajude a mudar a história de milhares de crianças e adolescentes.
O dinheiro arrecadado, ou boa parte dele, é destinado de fato a projetos sociais, culturais e educacionais, dê uma olhadinha no site.




Acesse o site:
http//www.criancaesperanca.globo.com


Creative Commons License
A FAZENDA DA MÃE JOANA by MARIASUN MONTAÑÉS is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.



25 comentários:

Nadine disse...

Maravilhosa análise. Disse tudo e um pouco mais. Confesso que estava com a Record atravessada, o teu desabafo serviu para que eu pudesse me sentir um pouco aliviada. Abomino qualquer forma de exploração e é o que eles tem feito com os peões da Fazenda, familiares e público o tempo todo. Parabéns. Só posso aplaudir.
Agora eu sei porque você deixou tanta saudade aqui. Bjs

Vani disse...

Querida, sempre que venho aqui me emociono, tem uma surpresa à espera. O que é que eu poderia acrescentar ao que vc disse? Não sei como vc consegue ter essa forma clara e lúcida de ver o mundo e as pessoas, só sendo muito especial mesmo. Sinto falta de estar mais com vc, de conversar mais como a gente fazia quando vc estava aqui. Não acreditei quando disse que ia deixar a equipe pra ir atrás do teu sonho, mas ao mesmo tempo te admirei muito por isso, pela tua coragem. Sempre que eu passava e via a tua sala vazia, me dava um nó apertado na garganta.Lendo as coisas que escreve, vejo que vc não mudou, se aprimorou. Uma boa semana pra vc também.

Renata disse...

A Vani é engraçada, eu também sai de lá e não lembro que ela tenha ficado toda down por minha causa. Será que não sentiu nem um pouquinho a minha falta? E depois tem gente que se diz amiga.
Shadow, já te falei hoje que sou tua fã. Adorei a parte que diz que não somos areia sob os pés. A gente vê tanta corrupção, tanta manipulação, que se sente um joguete nas mãos de políticos, programinhas de quinta, chefes mal humorados (aqui hoje ta demais), que pesam que a gente é areia pra eles pisarem. Lavei a alma lendo o teu comentário. Não sei se emplaco a Fazenda 2, no meio do programa pra cá, quando aquela turma do mal se uniu, e começou a querer ficar dona do pedaço, parei de assistir, comecei a passar muito nervoso com aquelas matracas falando mal de todo mundo o tempo todo, e o Carlinhos com aquele sertanejo a tiracolo então, sem falar naquela tal de Fabi e Jonathan, arre, não deu pra mim. E a semana passada as emissoras disputando os pais daquele Mendigo, que país é este? É como vc diz, já apanharam tanto da vida, pra que essa exposição ridícula? Ontem eu assisti a final. Também gostei do encerramento. Bjs amiga, ah o convite pra ir domingo no Morumbi tá em aberto.

RENATA PAN disse...

Renata , não é por nada não mas preciso te contar uma coisa. Todo mundo tentou te poupar, mas acho que a esta altura do campeonato, vc já suporta a verdade. Quando vc saiu daqui, a Vani ficou tão feliz que resolveu soltar fogos de artifício. Foram tantos mas tantos que a Paulista praticamente parou, as pessoas acharam que era a Virada do Ano fora de época. E quanto ao Morumbi a Shadow já te respondeu que ela tá fora de clássicos, e imaginemos que ela fosse,vc iria vestir a camisa do São Paulo e sentar no meio da torcida são paulina? É porque apesar de toda a tolerância, compreensão e paciência dela, eu já falo pra vc, com certeza a camisa do Palmeiras ela não iria vestir pra sentar do teu lado. Se liga Renata!

Shadow, vc continua a mesma, crítica e consciente, sempre dando uma aula de cidadania pra gente, te aplaudo em pé. O que vc escreveu é um tratado de como não se deve fazer televisão (acho que a Record devia contratar vc, nome de gente bonita e famosa já tem, risos), é um estímulo para que as pessoas acordem e se mobilizem, não aceitando os absurdos que estão por aí, e uma forma de fazê-lo é expressando a própria indignação. Quero dizer que me indignei da mesma forma que vc, estou contigo e assino embaixo. Ah, cá entre nós eu também senti muito a tua falta quando vc saiu. Ainda mais quando aquele estorvo passou a ocupar a tua mesa, vc precisava ver a Vani, quando olhava pra tua ex-sala e via aquela assombração lá dentro, chorava direto de soluçar.

Renata disse...

Renata Pan,
Querida, aqueles fogos a que vc se refere eram meus, foi um presente da Vani pra mim. Na época não achei oportuno te contar, mas já que vc tocou no assunto, lá vai. Eles foram comprados com uma vaquinha que todos fizemos, para soltá-los nos dia em que vc saísse. Se fizer memória verá que isso realmente quase aconteceu. Quando eu sai, deram pra mim, para que eles não perdessem o prazo de validade, já que vc passou a fazer parte do imobilizado daí. Então eu os soltei,para comemorar a felicidade por me ver livre de certas pessoas, não será difícil para vc descobrir a quem me refiro. Só que eles eram tantos tantos que das Perdizes chegou a dar eco na Paulista, pode? E quanto aos meus assuntos com a Sú, agradeço a sua ajuda, mas deixa que a gente se entende. Bjs

rintin disse...

Por mim o prêmio tinha ido pro Max.Fui

Shadow disse...

Pessoas,

Bom vê-las por aqui sempre. Pelo nível da animação e bom humor, imagino que tenham tido um excelente final de semana. Para quem perguntou, não, não fui pra Grécia, tive um compromisso muito mais importante, rsss.

Nadine,
Que bom que podemos nos identificar com a mesma forma de pensar e sentir.

Vani,
Pôxa me emocionei com você. Obrigada amiga. A vida é feita dessas coisas, de ciclos, um precisa terminar pra que outro comece. Com todo mundo é assim. Veja bem, se eu ainda estivesse naquela sala, você não teria tido a oportunidade de conhecer a pessoa linda que é a Nadine.

Renata,
Como não sei nada sobre os fogos de artifício deixarei que você e a sua xará se entendam. Quanto ao Morumbi, sem chance mesmo, prezo a minha vida. Se quiser assistir ao jogo aqui em casa fique à vontade, só que já adianto, no meio dos são paulinos, você será a única palmeirense. Mas, mesmo assim, será mais seguro que o Morumbi, garanto.

Renata Fran,
Já passou no Butantã hoje? Sim porque não escapou ninguém! Olha que eu peço pra te inscreverem na Fazenda2 !! Eu quero ver ação, adrenalina, inteligência, atitude lá dentro. E ainda corre o risco de você papar o prêmio, rsss.

Ah, eu também senti falta de vocês!!

Rintin,
Também queria que o prêmio tivesse ido pro Max, pra ser gasto em ração, caminha bem fofa pra ele dormir, ossinhos, muitos chinelos e meias para morder e lencinhos pra colocar no pescoço.

Beijos,
Boa Noite a todos.

A Itinerante - Neiva disse...

Shadow,

Hummm... Olha não estava neste lá que estão comentando aí, mas posso dizer que senti saudades também, porque começamos nossa amizade justamente por conta destes teus apontamentos sempre tão lúcidos e racionais, na época do BBB8. E estava com saudades de ler novamente seu pensar sobre o tema.

Assisti A Fazenda mais pela Scully, Espiadinha e Site Oficial. Sobre este, faço coro à sua crítica. Além de mal escrito, também era pouquíssimo atualizado. Já não tem ppv e o site é uma d...??? Assim não dá!!!

É sempre a mesma estória: fazem sucesso por conta do público, mas depois esquecem do público e acham que não dependem mais dele e que podem empinar o nariz para a ralé (nós)!

Deviam mirar-se no exemplo do BBB que já está praticamente falido por conta de seu mau hábito de desprezar a opinião do público.

Se eu fosse a Record, tratava de ler direitinho e tudinho o que você escreveu e fazer direito a lição de casa. rsrs

Beijokas querida.

...

Boa semana para todos os amigos do Cantinho! Ralo de rir com as brigas de amor e paixão. rsrs

Anônimo disse...

Não conhecia o blog,mais depois desse post maravilhoso já virei fã...
Disse tudo,meus parabéns!

bruna.

Shadow disse...

Neiva,

É sempre bom ter a sua companhia, já te falei isso né? Se tem uma coisa boa que ficou da época a que se refere, foi a tua amizade.

Você se mata com a guerra de amor e paixão? É porque não viu isso acontecendo ao vivo, rsss, é bem pior, aliás, é muito pior!

Confesso que muita coisa da Fazenda, acompanhei pelos vídeos do Espiadinha do Lobo, lá tem tudo, com a vantagem de poder assistir num horário compatível e não ter intervalos comerciais (odeio, ainda mais quando tem 5 minutos de bloco e 10 de intervalo, hrrr), além dos sempre bons comentários da Scully (gosto dela), quanto ao site, nem perdi meu tempo.

Já encontrou a resposta para o seu dilema angolano lavandístico?

Um lindo dia!!

Shadow disse...

Bruna,

Seja bem vinda!

Vani disse...

Bom Dia,
Nossa Shadow como vc tem coragem de convidar a Renata, que nem sãopaulina é, e eu que fui a primeira a ter a idéia de ir até o Morumbi, fico de fora? Depois de eu ter me acabado escrevendo o recadinho que deixei aqui !!

RENATA PAN disse...

Neiva, vc já é da turma, sabia ne?

Vani, amiga, é difícil eu concordar com vc, mas desta vez está coberta de razão, também não entendi essa da Shadow, aliás, depois que virou Shadow deu de ficar confraternizando com a torcida adversária. Ela não era assim, acho que a fama lhe subiu à cabeça. Só não concordo com a chantangemzinha, se vc se acabou, se acabou porque quis, é feio ficar cobrando depois. Bjs a todos.

RENATA PAN disse...

Ah, Neiva,
Em matéria de televisão, ela tem uma outra fonte que não mencionou aqui. É a Renata, a secretária dela, veja bem é uma outra Renata, também palmeirense. Isso já é karma! Então essa Renata fica na recepção assistindo a Tv, que fica na antesala do escritório (quando a Shadow não está, claro, pra não perder o emprego), depois fica fazendo comentários do que viu pra Shadow, e a Shadow finge que acredita que foi a mãe da Renata que contou. Aliás, Renatinha, sai da sombra, eu sei que você passa por aqui, deixe seu comentário também.

RENATA PAN disse...

Shadow esqueci de dizer uma coisa pra você.
Nadine,
Não leia este comentário.

Você diz que se não tivesse nos deixado, a Vani não teria conhecido a linda pessoa que a Nadine é. Só tenho uma observação a fazer. Não esqueça que era ela ou aquela assombração (zerei todos meus karmas com ele), então eu colocaria assim: dos males o menor.
Agora vou mesmo, o almoço me espera.

Renata disse...

Olá todos,

Shadow Sun, não me canso de vir aqui e ler A Fazenda da Mãe Joana, ficou muito bom. Só ontem li umas dez vezes, vc devia mandar lá pra Globo (mas manda com o teu nome), afinal lá eles amam o bispo de paixão. Eu ia babar ao ver o William Bonner lendo o teu editorial, imagina só.

Agora momento recadinhos: Vani deixa de ciúminho bobo. Renata Fran pára de ficar botando pilha nos outros.
Shadow, a Renata não passa mais pelo butantã, você não sabia? Agora ela mora lá no mais novo serpentário. Bjs.

Nadine disse...

Olá amiga,
Muito frio por aí? Aqui está congelando.
Renata Fran, nem vou me dar ao trabalho de comentar, é como a Shadow sempre diz, a resposta a gente dá lá na frente.
Neiva um abraço

Shadow disse...

Boa Tarde,

Vani,
Para quem é são paulino as portas estão sempre abertas, você sabe disso, não precisa de convite não, agora, se for palmeirense, só entra se for convidado. Portanto, apareça quando quiser, será bem-vinda.

Renata,
Você tem razão, eu não sabia que a sua xará tinha mudado de endereço.

Renata Fran,
Realmente a minha secretária é completa e versada em todos os assuntos, não é à toa que a chamo de Super Renata.

Nadine,
Achei que hoje esquentaria um pouco, mas não. Acho que está frio em todo lugar, não vejo a hora de chegar em casa.

Vamos pessoal, muito ânimo pro restante do dia!!

Renata disse...

Shadow,
Um curiosidade, e cmo fica a porta para os corintianos?

RENATA PAN disse...

Renata,
Depois vc fala, mas, amiga, vê bem, não é à toa que vc precisa ler um texto várias vezes, pra corintiano a porta fica fechada e trancada a sete chaves, isso é óbvio.

rintin disse...

Sú tenha dó. Não tá vendo que os palmeirenses vão secar o São Paulo no domingo? Cada um com a sua turma. Fui

Vani disse...

Rintin, é isso que eu gosto em vc, gato.

Shadow disse...

Pessoas,

Passando pra desejar uma boa noite a todos.

Pelo que vi, a movimentação aqui no halos hoje foi grande, em especial da Renata Pan. Amiga, você gosta de escrever o mesmo tanto que gosta de falar, percebeu? Já pensou em ter um blog?

Pegando o gancho entre as apaixonadas torcidas, só tenho a acrescentar, que quando a gente encontra um Amigo pra brincar, ouvir música, tomar um chopinho, jogar conversa fora, rir, confidenciar, nem lembra de onde ele veio, o que faz, pra que time ele torce, a gente simplesmente gosta de estar junto, porque o que importa no final das contas é a presença, a companhia.

Beijos

A Itinerante - Neiva disse...

Shadow,

Passando para rever seu cantinho que já é tão especial e dar um boa noite carinhoso para todos.

Hoje é aniversário da Itinerante. Você foi muito importante para que eu chegasse a este dia e quero agradecer por isto e por ser minha amiga.

Obrigada.

Beijos

Índia disse...

Shadow,

Não acompanhei A Fazenda. Li algumas vezes no blog da Scully. Mais pela análise inteligente que ela fazia que pelo program em si. Pra falar a verdade, não consegui nem assistir a final do ultimo BBB. Já não aguentava mais.

Mas seu texto é muito bom, tb uma análise critica e inteligente desse reality.

Beijossss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...