quarta-feira, 1 de outubro de 2014



ACORDA BRASIL, AINDA É TEMPO!!!!





Faltando poucos dias para a escolha daqueles que irão ditar os rumos deste país nos próximos anos, impossível não relembrar as manifestações de junho do ano passado. O povo nas ruas, colorindo avenidas de verde amarelo de norte a sul do país, clamando por transparência, mudanças e decência na política por não se sentir mais representado pelo governo que aí está.

A passagem do Papa Francisco trazendo sua mensagem de luta, fé e esperança, veio consolidar essas manifestações. Católicos ou não, demonstramos ser um povo fraterno que preza a dignidade, a família e a ética acima de tudo. Uma lição amarga aos governantes de plantão que se alimentam da pobreza, subserviência e bolsas esmola.

Contrariados e ameaçados com tudo isso, black blocs infiltrados nas manifestações que se seguiram, passaram a agir para subverter a ordem, paus-mandados e pagos para levar o terror, o vandalismo, desacreditar e esvaziar os movimentos populares, cumpriram sua função. Quem estava nas ruas não queria o conflito, apenas protestar contra os desmandos e abusos cometidos pelo (des)governo que se instalou nas esferas do Poder nos últimos anos. E olhe que até então, só se sabia do Mensalão, sequer se mencionava o Petrolão, escândalo muito maior pelo que se viu até aqui. De modo que, o que era uma manifestação espontânea e legítima das redes sociais para as ruas, passou a ser o agrupamento de uma massa disforme de movimentos sociais empunhando bandeiras vermelhas, levando a repulsa, desordem e o caos à população.

A seguir veio a Copa do Mundo onde muitos fizeram a própria festa com a construção de Estádios e obras superfaturadas em detrimento do mínimo na qualidade dos serviços públicos: saúde, transporte, habitação... E ante a mais que merecida vitória da Alemanha e da carismática presença de Angela Merkel, foi possível ver e reconhecer que para ser um grande líder é preciso estar ao lado do povo, vibrar com ele, torcer por e com ele. Tudo o que faltou ao Brasil e falta aos seus políticos, voltados para sua individualidade e interesses obscuros.

Talvez o fato que melhor ilustre isso, seja o recente discurso de abertura na Conferência da ONU feito por Dilma Rousseff. Esta subiu na Tribuna de Honra como quem sobe num palanque de rua para fazer propaganda eleitoral do PT, Lula e de si mesma, enquanto os demais estadistas a sucediam para falar de Direitos Humanos, Ebola, Terrorismo... Que vergonha! Aliás, pra piorar ainda mais, defendeu o diálogo com terroristas que estão divulgando sadicamente ao mundo a decapitação de inocentes, os mesmos que massacram minorias e estão vitimando diariamente mulheres e crianças. Ban Ki-moon deveria ter aceito a proposta e tê-la convidado a ir negociar com eles. Seria interessante vê-la negociar com um facão na garganta... Aliás, como esquecer que no passado, ela também esteve ligada a grupos que sequestravam, roubavam e matavam a sangue frio. É preciso ter memória na hora de votar, não se esquecer da própria História.

Por essa razão, esse discurso de Da. Dilma e da Da. Marina de elite x pobrinho, não cola mais. Esse é um discurso ultrapassado do início do século passado, onde havia a burguesia de um lado e o proletariado do outro, e as relações de trabalho se resumiam à dialética explorador x explorado; hoje há novas formas de vínculos trabalhistas, da flexibilização, terceirização até a virtual. O mundo mudou, o AI5 caiu e o muro de Berlim também, globalizou, vivemos num mundo sem fronteiras. Quem não tem conhecimento disso, vive no passado, e será incapaz de promover mudanças ou o novo. Até a política mudou, só alguns políticos parecem não ver.

Ninguém se iluda com Marina Silva. Ela é cria do Lula. O que estamos vendo na televisão nada mais é que a guerra dos Silva. Por muito tempo, Lula repetiu o seu discurso rançoso de metalúrgico do ABC paulista, nordestino, nascido no interior de Pernambuco numa casa de dois cômodos e chão de terra batida, que se fez na cidade grande. Até que encontrou pela frente outra Silva. Também “da mesma família”, nordestina, nascida e criada no seringal do Acre, alfabetizada aos 16 anos, e que como ele “encontrou seu lugar ao sol”. Ocorre que o povo não precisa de mais coitadismo. Precisa de decência e competência. O único coitado aqui somos nós que vemos o nosso suado dinheiro dos altos impostos escoar pelo ralo dos escândalos, roubalheira e da corrupção, sem que isso reverta em melhorias para a população. Quem disse que devemos nos nivelar por baixo? Quem disse que é melhor ser analfabeto do que ter estudo? Quem disse que é melhor ter bolsa miséria do que um emprego digno? Quem disse que é melhor viver de migalhas do que da autossuficiência? Quem disse que é melhor um governo corrupto do que um que se comprometa com as mudanças, por mais amargas que elas sejam?

Não é porque um jatinho caiu, que pessoas se tornam santas ou predestinadas. Inclusive, há muito a ser explicado sobre o verdadeiro dono do tal Cessna que pulverizou no ar, das empresas fantasmas que o transacionaram e até da distribuição de propinas envolvendo a refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. Há muito por se saber sobre as forças que dão sustentação ao discurso contraditório de Marina Silva e à campanha da própria Dilma Rousseff.

A imprensa omite muitas informações. Até mesmo porquê, muitos veículos de (des)informação estão nas mãos do governo posto. Há um golpe comunista a caminho em alguns países da América Latina, que começou no Brasil com o Foro de São Paulo, encabeçado pelo Lula. Silenciosamente peças-chave estão se infiltrando e controlando os meios de comunicação, de opinião e de informação, enquanto se investe estrategicamente em alianças e pactos com países afins como Cuba, Venezuela, Colômbia, Bolívia, Nicarágua com a tutela da Rússia. Veja-se os últimos investimentos do Brasil. Só para ilustrar: o governo investiu em Cuba, no Porto de Mariel, a cifra de US$ 227,4 milhões, diga-se, dinheiro nosso, e nos portos brasileiros o total de US$ 15,5 milhões. Você investiria uma fortuna na reforma da casa do seu vizinho, enquanto a sua ameaça ruir devido a goteiras? Isso não é divulgado, nem há uma reflexão séria a respeito, porque fere a interesses escusos. Será que o povo gostaria de saber que o dinheiro, que deveria ser destinado à infraestrutura, saúde, educação, economia está sendo investido em outros países a fim de financiar grupos terroristas como o HAMAS, as FARCS, o tráfico de armas e drogas, a exemplo do que acontece internamente com o Movimento dos Sem Teto e Sem Terra e outros do mesmo seguimento, pagos para promover invasões e a truculência com o requinte de colocar sempre na linha de frente crianças e mulheres, como se tem visto reiteradamente em São Paulo e em outras cidades?  

No íntimo, o que o povo brasileiro quer é viver em uma Democracia, é isso que aflorou no inconsciente coletivo das Manifestações de junho de 2013, e que muito preocupou àqueles que querem consolidar uma ditadura radical de esquerda no país, por meio de Marina ou Dilma. O povo não quer corruptos no poder nem tampouco um Messias, o povo quer ordem, transparência e moralidade. Cuidado minha gente, com a “nova política” que querem ver implantada ou consolidada por meio do que chamam de “programas sociais”. De “nova” ou de “social” essa política não tem nada. Só a fachada. Na verdade, o que se quer é manipular por meio do discurso mais do que batido e obsoleto de “minoria injustiçada”, alimentar uma guerra de classes inexistente, para se ter uma massa de manobra que garanta ao mesmo grupo o controle e o poder, essa sim a verdadeira elite e força antagônica: políticos x povo; corrupção x pagamento de impostos; facilidades x bolsa esmola.

Falta pouco para decidirmos os rumos deste país tão belo, mas tão maltratado e explorado por aqueles que deveriam cuidar dele. Domingo teremos nas mãos e no voto a oportunidade de escolher aquilo que queremos para nós e para o futuro, que o grito das ruas chegue às urnas. ACORDA BRASIL... Ainda é tempo!!!!




 

 Chega
É uma falta de respeito
Canta forte pelos seus direitos
Brasil, tá na tua hora
Brasil, tem que ser agora
.......
Brasil, é uma chance rara
Chega de bláblábláblá... Chega!!!

Shadow/Mariasun

 
Licença Creative CommonsO trabalho ACORDA BRASIL, AINDA É TEMPO!!!! de MARIASUN MONTAÑÉS está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...