domingo, 9 de agosto de 2015





16 DE AGOSTO E A META DOS BRASILEIROS




"Eles" não podem mais almoçar com a família e amigos em restaurantes, circular pelos aeroportos do país, andar nas ruas, aparecer na televisão sem serem hostilizados, achincalhados com vaias e xingamentos.´

É o fim da farsa. O povo não perdoa mais a ruína do país. O povo quer um basta à era de desmandos, desmazelos, roubalheira e mentiras. O povo subestimado em sua boa fé e credulidade acordou diante dos sucessivos, incontáveis e insondáveis desatinos, escândalos, embustes, saques e pilhagem dos cofres públicos envolvendo a alta cúpula de um partido político.

E o pior: o povo continua a ser sacaneado, desrespeitado, tripudiado, menosprezado por aqueles que ainda creem exercer algum poder de controle, manipulação, cegueira e convencimento sobre ele (o povo).

Foi o que se viu no programa político do PT, pago com o dinheiro de nossos impostos, na última quinta-feira. Os brasileiros e brasileiras acordaram ansiosos nesse dia já com a panela na mão, verdade seja dita. Sabia-se que seria uma encenação com requintes de superprodução, repetindo a ladainha de sempre: mentiras, promessinhas, mentiras, conversa pra boi dormir, mentiras, cinismo, mentiras, discursos vazios... mais e mais mentiras...

Porém, o PT tendo à frente Lula e o marqueteiro pau pra toda obra, João Santana, conseguiu superar-se durante dez minutos insanos. Arrogantes, aqueles que reagem com desdém às investigações da operação Lava-Jato, às denúncias e prisões de seus líderes comparsas e empreiteiros amigos, ao incalculável rombo causado pelo desvio de dinheiro e pilhagem dos cofres públicos do país, decidiram agredir o povo indignado e ferido, representado por 71% de brasileiros descontentes até então, hoje, certamente, já num percentual maior. De fato, conseguiram o inimaginável em matéria de cinismo e de descaso com o clamor e os anseios da população.

Ao invés de dar respostas e, de certa forma, acenar com esperança, a um povo tão castigado e sofrido, tratando com coragem e enfrentamento a alta da inflação, o aumento dos tributos e da taxa de desemprego, da corrupção que assola o país, da ruína da maior empresa estatal do país, da estagnação da economia... resolveram desdenhar, maquiar a realidade e levar o terror aos lares dos brasileiros. É de pasmar!!! 

Enquanto o buzinaço tomava conta das ruas em todos os rincões, panelas soavam ensurdecedoras nas janelas e varandas, o PT bufafa em pleno delírio e total falta de coerência e decência. O ator global regiamente contratado pelo partido, começou profetizando em tom apocalíptico e ameaçador: “O caminho do pessimismo nos leva a lugares bem sombrios e o alçapão mais perigoso é o que nos lança no conflito, com final sempre trágico para todos”. Oi?????

Cobrar punição aos desmandos e à roubalheira, desejar um país melhor governado com decência, transparência e honestidade, é pessimismo? Desde quando? Alçapão, que alçapão? Não será esgoto? Aquele, onde ratos e ratazanas se escondem, circulam, se multiplicam e dividem a pilhagem? O final trágico não é de todos, não, mas dos páreas, quadrilheiros e sanguessugas que hoje estão em pânico e já começam a sentir os efeitos da Lava-Jato, do fim da impunidade e da roubalheira que está chegando ao esgoto fétido, local da engorda e proliferação dessa espécie corrupta, que mina a riqueza do país.

Como se não bastasse, às sandices que se seguiram, Lula ainda acrescentou:

"Eu sei que a crise já chegou na nossa casa", fingiu ele com um sorriso no canto da boca e fala mansa, na vã tentativa de demonstrar empatia diante de um povo machucado, traído e descrente. Não, o povo sabe que a crise não chegou à casa daquele que patrocinou empreiteiras com dinheiro que não era dele, dinheiro esse que hoje não chega na casa dos brasileiros. A resposta foi imediata. Bastou ele aparecer na tela da televisão para o buzinaço e panelaço se intensificarem nos quatro cantos do país.

Não satisfeito, tentou amenizar o caos econômico e político, citando como exemplo a China e a Grécia: "Tem gente dizendo que só existe crise no Brasil, mas as manchetes provam que há crise em toda a parte".

O falastrão mentiu descaradamente mais uma vez ao povo. O PIB da China vai crescer acima de 6% neste ano, enquanto o nosso despenca e aponta para uma retração preocupante, estima-se que não chegará sequer a 1%. A Grécia, por sua vez, tem fortes aliados, pertence à Comunidade Europeia, enquanto o PT insiste em atrelar o Brasil ao que há de pior na América Latina. Enquanto o Chile cresce a passos largos e faz vantajosos acordos bilaterais com os Estados Unidos e países europeus, o Brasil banca e custeia as Repúblicas Bolivarianas e ditaduras africanas. Não Lula, a crise do Brasil não tem precedente. O resto do mundo não sofre com a corrupção, crise ética e política, inflação em alta, paralisia da economia, desemprego, governo acéfalo. É uma falácia olhar para o que acontece no vizinho, enquanto se joga a sujeira de casa pra debaixo do tapete.

E pra piorar, foi a vez de Dilma Rousseff falar. Aquela que andou saudando a mandioca por aí, descobriu a “mulher sapiens” revolucionando assim a História e a Antropologia; a mesma que disse não ter uma meta, mas, que quando atingir a meta, pretende dobrar a meta... Oi, o que foi que eu perdi???? Bom, melhor seguir em frente. Disse ela aos brasileiros e brasileiras:

"Quem pensa que nos falta ideias está muito enganado”. 

Verdade. O que lhe falta é competência, enquanto lhe sobra uma total incapacidade para governar, diagnosticar problemas e agir. A maioria absoluta dos brasileiros, 71%, sabe disso. Não é à toa que é a recordista de impopularidade, nem o Collor, às vésperas do impeachment, conseguiu tal proeza.

E como se tudo isso já não bastasse, pra fechar o pacote, Lula e companhia, prevendo o bater das panelas, ao invés de pedir perdão à Nação, reconhecer os erros cometidos, comprometer-se a dar um basta à corrupção e à gastança desmedidas, resolveu encerrar ironizando, provocando e zombando dos 71% que batiam panelas de suas janelas e varandas. Ao mostrar panelas cheias de comida, desdenhou das panelas cheias de indignação, sofrimento, revolta, pobreza, carência, repulsa que ecoavam pelo país. Quanta estupidez!!!

Sem dúvida, o programa político do PT serviu de combustível para as manifestações do próximo dia 16 de agosto. O povo, afrontado, dará a sua resposta nas ruas do país. O buzinaço e panelaço foram só o aquecimento. Enquanto "eles" se escondem e não conseguem caminhar com tranquilidade até a esquina; o Brasil ético, decente, livre e democrático novamente cobrirá as ruas de verde-amarelo para pedir o afastamento de Dilma da Presidência, seja pela renúncia, reprovação de suas contas pelo TCU ou impeachment, não importa a forma, o que interessa ao povo, é que este país volte a ser governável, retomando seu crescimento. Essa é a meta do povo!!!




Quando os que comandam perdem a vergonha, os que obedecem perdem o respeito
 (Georg Lichtenberg)

Shadow/Mariasun Montañés

 
Licença Creative CommonsO trabalho 16 DE AGOSTO E A META DOS BRASILEIROS de MARIASUN MONTAÑÉS está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...