segunda-feira, 30 de novembro de 2015





O MÊS DE NOVEMBRO MAIS SURREAL DA HISTÓRIA

Por muito tempo se disse que Deus era brasileiro. Isso se deve ao clima privilegiado e à boa terra onde plantando tudo dá; bem como, às belezas e riquezas naturais que há por aqui.

Claro que é um dito popular. Sabemos que Ele é o Pai e, um pai não tem nacionalidade nem faz diferença entre os seus filhos. Mas se de fato tivesse uma, hoje, Ele seria argentino.

A eleição de Maurício Macri no último dia 22 com a derrocada de doze anos de kirchnerismo e do esquerdismo de quinta, acendeu a luz da esperança pela retomada da Democracia na América Latina. Deus só poderia estar orando por seus filhos argentinos no momento em que eles foram às urnas e durante a apuração.

Sem dúvida, um acontecimento que entra para a história e marcará o mês de novembro de 2015, ao lado dos atentados em Paris e do mar de lama que devastou boa parte da biodiversidade de Minas Gerias e do Espírito Santo, por onde o Rio Doce antes passava, levando a destruição, desolação e ruína para além dos limites do oceano.

Não bastasse isso para um Brasil tão devastado, várias cidades do Estado de Pernambuco decretaram estado de emergência devido à ameaça que o mosquito Aedes aegypti representa. Apurou-se que ele não é apenas o transmissor da dengue, mas da chikungunya e zika vírus, este último relacionado à microcefalia, malformações congênitas em recém-nascidos e mortes.

O descaso com a saúde pública resulta nisso. Começa com a entrada de imigrantes no país, autorizados a atravessar a fronteira brasileira sem passar pela fiscalização ou inspeção sanitária (obrigatória em quase todos os países que prezam pela saúde da população), para a seguir despachá-los em ônibus rumo aos grandes centros urbanos; até a política para a adoção de medidas de controle e combate às infecções, que só é reforçada quando o risco de contágio já se espalhou de maneira alarmante, inclusive para outros Estados. Alguns especialistas arriscam classificar o zika vírus como uma epidemia, cujo pico ainda está por vir, considerando que os mosquitos proliferam e  se multiplicam nas estações quentes, como o verão. 

Pra resumir: por omissão do poder público no combate ao mosquito Aedes aegypti, o zika vírus chegou a 14 Estados da Federação. São mais de 1250 casos registrados em 311 Municípios. A região nordeste do país é a mais afetada. A microcefalia é uma doença que impede o crescimento do cérebro, afetando o desenvolvimento mental e motor das crianças, colocando em risco - portanto - a futura geração de bebês do Brasil.

Como se isso não fosse suficiente, em uma única semana, novembro ainda nos surpreendeu com sucessivas prisões feitas pela Polícia Federal, de deixar de queixo-caído até os mais céticos.

Se a manutenção da prisão de Marcelo Odebrecht, dono da maior empreiteira do país, parecia algo improvável, imagine-se então a prisão de um dos maiores banqueiros, André Esteves, dono do BTG Pactual, e sexta maior fortuna do Brasil. Ambos, Marcelo e André, tiveram uma ascensão meteórica no campo dos negócios, mas é como minha mãe sempre dizia: “- Para ter alguma coisa, é preciso esforço e trabalho”. E ela tinha razão. O caminho mais curto para o enriquecimento fácil e repentino quase sempre é produto do crime ou da corrupção ou dos dois somados. Veja-se onde estão hoje tanto o empreiteiro quanto o banqueiro.

Mas eles não foram os únicos. Não. O mês de novembro continuou a ser pincelado com os matizes do surrealismo, capaz de fazer inveja a Salvador Dali.

Em matéria de facilidades e de enriquecimento sem causa, o filho caçula do Lula, o Luís Cláudio Lula da Silva, superou aos outros. Ele, o gênio empreendedor, conseguiu a proeza de ser regiamente pago por um projeto sobre a Copa do Mundo e Olimpíadas copiado e colado da Wikipédia e pelo qual recebeu a bagatela de 2,4 milhões de reais da Marcondes&Mautoni, que - “por acaso” - é suspeita de negociar uma Medida Provisória do governo para beneficiar-se. 

Pois é, tivesse ele se esforçado e frequentado a escola, teria aprendido com seus professores que colar ou copiar o trabalho de outro é errado e, a nota pra quem faz isso, é zero. E se quando adulto continua a fazer isso, aí já é considerado crime. Fico imaginando o que papai Lula deve ter pensado e dito a esse respeito.

Sim, porque papai ficou bem bravo em público e esbravejou para quem quisesse ouvir que era “coisa de imbecil” e “de idiota” e mais algumas outras falas impublicáveis, o fato do companheiro Delcídio Amaral, ter sido pego ao propor um plano de fuga a Nestor Cerveró para impedir a delação premiada e insinuado que parte do Supremo Tribunal Federal é sensível a “pedidos amigos”. Aliás, o agora ex-líder do Governo Dilma, continuará preso por ordem da Suprema Corte e supõe-se que de lá não sairá tão cedo, justamente por não ter soado nada bem,  ter se gabado de que as decisões na Suprema Corte estão sujeitas ao tráfico de influencia.

Aliás, o que causou estranheza a muitos, foi o fato de papai Lula estar indignado por ter o amigo Delcídio sido pilhado com a boca na botija, em gravação feita por Bernardo, filho de Nestor Cerveró, e, não, por ser crime e coisa de bandido, permitir a fuga do país de quem é investigado,  para obstruir a Justiça.

Novembro trevoso para os Lula da Silva... Fico imaginando o almoço em família no último domingo...

E olhe que ele (papai Lula) já andava suficientemente injuriado por conta da prisão de seu amigo de fé irmão camarada, José Carlos Bumlai, rico empresário pecuarista e ruralista, muito dadivoso com a família dos Lula da Silva e o partido, até com a nora do Lula, para quem ele teria repassado 2 milhões de reais a fim de que ela quitasse a dívida de um apartamento. Olha que fofo!!! Como diria Kate Lira: “- Brasileiro é tão bonzinho!”.

Aliás, é inacreditável a facilidade com que o dinheiro e as cifras entram na conta de algumas pessoas, enquanto na de outras... custa a entrar e sai com extraordinária facilidade... Eu que o diga!!!

A propósito, essa é a mágica que o grande irmão Bumlai vai ter de explicar à Polícia Federal: o repasse de altas quantias e propinas para as contas do PT, como o empréstimo de 12 milhões que recebeu do Banco Schahim e repassou ao partido, banco que é parte de um grupo que tem uma empreiteira, e que – “por acaso” - na mesma época estava interessada em obras da Petrobras e fechou contratos milionários com a estatal.

É... este mês de novembro não será facilmente esquecido...

 
Pensando bem, talvez, Deus tenha seus próprios planos para os brasileiros...

Não vou arriscar o clichê: pior do que está não pode ficar, porque o dia a dia tem mostrado que sempre pode piorar... Até o Papai Noel, o bom velhinho, a alguns dias alugou um helicóptero e quando chegou ao destino, em Mairinque, roubou a aeronave. Até tu Papai Noel?!? 

Mas, apesar de tudo, há um clima de mudança no ar...

Boa parte da população parece ter despertado da letargia. Hoje dois terços dos brasileiros querem Dilma fora do governo. E o país só voltará a ser governável, quando ela sair, renunciando, o que seria o mais digno a fazer; ou, lhe for mostrada a saída, por meio do impeachment.
A lenta agonia que o PT impôs ao Estado brasileiro aponta para o fim do lulopetismo. O que não deixa de ser um bem para todos os brasileiros, assim como, Maurício Macri na Presidência é um bem para os argentinos.
A própria citação de Delcídio Amaral de que os Ministros do Supremo Tribunal estão a serviço de alguns e não das leis, deu novo gás à Lava Jato e à prisão de políticos e de empresários corruptos e influentes. Coisa inimaginável há pouco tempo atrás, quando Dilma Rousseff indicou o Procurador Geral da República para blindar o seu governo.
O voto da Ministra Carmen Lúcia para justificar a prisão de Delcídio Amaral, não deixa de ser uma centelha de luz para que se encontre um caminho digno, democrático e decente em meio ao descrédito e lama que permeia todas as esferas das instituições e se combata a quadrilha que se apropriou do poder, saqueando e aleijando o país:
Na história recente da nossa pátria, houve um momento em que a maioria de nós, brasileiros, acreditou no mote segundo o qual uma esperança tinha vencido o medo. Depois, nos deparamos com a Ação Penal 470 e descobrimos que o cinismo tinha vencido aquela esperança. Agora parece se constatar que o escárnio venceu o cinismo. O crime não vencerá a Justiça. Aviso aos navegantes dessas águas turvas de corrupção e das iniquidades: criminosos não passarão a navalha da desfaçatez e da confusão entre imunidade, impunidade e corrupção. Não passarão sobre os juízes e as juízas do Brasil. Não passarão sobre novas esperanças do povo brasileiro, porque a decepção não pode estancar a vontade de acertar no espaço público. Não passarão sobre a Constituição do Brasil”, disse a ministra.
Assim esperamos.
Para alguns, tudo isso é o início do Juízo Final. Em meio aos ataques terroristas e à crise ética e moral na política brasileira, há quem veja a fera de sete cabeças em ação, ela que representa em Apocalipse, o sistema político mundial.
Creio que de uma forma simbólica, sim, estamos chegando ao fim de uma era.
A era contemporânea está se despedindo laconicamente de todos nós, com suas dores, conflitos, males e feridas mal resolvidas, abrindo passagem para uma nova era, que vai exigir repensar o mundo e o sistema político mundial de maneira mais humanista, multicultural, multirracial, democrática e direcionada para a natureza e as questões ambientais, o limiar da Era de Aquário: ou isso, ou o Apocalipse, não há uma terceira opção e nem plano B.


Are we human?
Or are we dancer?
Shadow / Mariasun Montañés



Licença Creative CommonsO trabalho O MÊS DE NOVEMBRO MAIS SURREAL DA HISTÓRIA de MARIASUN MONTAÑÉS está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...