sexta-feira, 25 de março de 2016





A PÁSCOA, PAIXÃO E RESSURREIÇÃO DO POVO BRASILEIRO




Neste tempo em que a Páscoa se aproxima, nas mesas dos brasileiros, a tradicional bacalhoada do Domingo Pascal será substituída por sardinhas com batatas assadas; e, a costumeira caça das crianças aos ovos de chocolate, será transformada na caça às balinhas com sabor de cacau.

A queda do poder econômico se refletirá em todos os lares. Será a Páscoa da Penitência. Apesar disso, uma coisa permanecerá imutável: a fé em Cristo e a esperança na chegada em dias melhores. Se há algo que é inabalável é a espiritualidade que alimenta a alma.

Neste tempo, o povo brasileiro está sangrando num ritual de crucificação simbólico. Sequer pode contar com hospitais para curar suas feridas e chagas, pois eles foram fechando por falta de recursos, enquanto o país era saqueado por criminosos no poder que engordavam suas contas secretas na Suíça; os Judas que transformaram o conto do “Brasil Maravilha” em pesadelo.

O Brasil Maravilha que só existiu para a promoção de farras milionárias, depauperação do patrimônio público e, que tornou a vida de milhões de brasileiros num verdadeiro Calvário. A cruz que cada um hoje carrega, foi ficando cada vez mais pesada nos decorrer dos últimos 14 anos.

A subversão aos valores de uma Nação e às suas leis por aqueles que deveriam respeitá-los e defendê-los, chegou ao nível do insuportável.

Neste tempo, o povo marcha nas ruas carregando bandeiras verde-amarelas, da mesma forma que Cristo caminhou com suas vestes humildes até o Monte das Oliveiras para a libertação.

Como Deus nunca desampara, para alento e conforto desses milhões de pessoas traídas, cansadas e desiludidas surgiu nessa via crucis não um Pilatos, fraco de caráter, o típico político disposto a sacrificar o outro para não se comprometer; mas, Sergio Moro, um juiz, um único homem, justo e leal ao seu país, que a partir de sua autoridade passou a prender e condenar os ladrões e carrascos, que contribuíram para aniquilar a estabilidade e a credibilidade de todo um país.

Diante disso, se um pouco de dignidade ainda lhes restasse e para pôr fim a esse martírio, caberia a Lula e Dilma, ou, Lulama, já que estão irremediavelmente shipados por vontade própria, darem fim à lenta agonia dos brasileiros, saindo de cena, mas, não, eles querem a continuidade do Calvário, fazendo lembrar as Escrituras: “... então começarão a pedir às montanhas: ‘Cai sobre nós’ e às colinas: ‘Escondei-nos’.

Neste tempo, não se ouvirá: "Pai, perdoa-lhes! Eles não sabem o que fazem!", porque eles sabem o que fazem. Estão conduzindo deliberadamente o povo para o caos, o sacrifício e a crucificação. Somente o impeachment da Presidente, que não se cansa de praticar crimes de responsabilidade e de mentir para aqueles que hoje sofrem as consequências do seu desgoverno e da ganância desmedida de seu aliado, Lula, será libertador.

Os sumos sacerdotes da Suprema Corte, o STF, e os mestres da lei estão sendo convocados pelo Palácio do Planalto, hoje transformado num bunker, para desprezar a Constituição, diante da qual Dilma e Lula zombam e tripudiam, ao acusar de golpismo, aquilo que está na lei e é inerente à Democracia e ao Estado de Direito. A falsa máscara do “nós” contra “eles”, ou, de vítimas e perseguidos políticos para denegrir ainda mais o país no exterior e fomentar o ódio, o confronto e a violência de suas milícias nas ruas, é a última desesperada cartada, que não cola mais; todos sabem que os algozes são eles.

Enquanto a multidão grita: “Fora Dilma”, “Fora Lula”, “Fora PT”... Dilma e Lula querem sangue, ao incitarem os ânimos de sua mísera horda de seguidores e, avalizarem Guilherme Boulos e João Stédile a agirem como verdugos, ao ordenarem: “Crucificai-os”, “Crucificai-os”...

Neste tempo, a História não pode ser mais mudada. Lula passa a ser visto como a maior fraude eleitoral que o país já teve e Dilma como a maior mentira que o marketing eleitoral já foi capaz de fabricar.

O Renascimento do povo brasileiro está próximo. O sol de outono ainda brilha sobre o fértil solo do Brasil. E as multidões viverão para ver seu país ressurgir das sombras e das cinzas, graças a um homem bom e justo, Sergio Moro, cuja atuação na Operação Lava Jato com o apoio de sua Força Tarefa tem sido decisiva para a moralização e o resgate de um Reino, chamado Brasil.

Que Deus continue estendendo Suas mãos sobre esses bravos homens que honram o cargo que ocupam, sem se corromper, defendendo a Justiça e o seu país!!! Aleluia!!!





Para meus amigos e seguidores desejo uma ABENÇOADA E FELIZ PÁSCOA!!!

Shadow/Mariasun Montañés



Licença Creative CommonsO trabalho A PÁSCOA, PAIXÃO E RESSURREIÇÃO DO POVO BRASILEIRO de MARIASUN MONTAÑÉS está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...