segunda-feira, 14 de março de 2016


 



HOUSE OF CARDS BRASIL – PARTE 2




As últimas semanas têm sido movimentadas por aqui.... a política criminosa de poder e estelionato petista que tomou de assalto o governo têm sido manchete permanente dos principais noticiários nacionais e internacionais, prato cheio para comentaristas, blogueiros e debatedores políticos; assunto constante de brasileiros indignados, panelaços e manifestações populares, legítimo HOUSE OF CARDS tupiniquinim no qual – hoje – somos mais que meros espectadores. Aliás, se há um aspecto em que HOUSE OF CARDS é eficiente, é em desnudar os meandros, as tramas e bastidores de uma política suja, indecente e imoral como a que o Brasil vive hoje.

É como se o povo enganado pudesse ver por meio de Frank Underwood (KEVIN SPACE) a figura de Lula da Silva conchavando sobre o Petrolão e propinodutos e Claire Underwood (ROBIN WRIGHT) em Marisa da Silva, esta última nada glamourosa e montada no botox, mas também embevecida pelo poder, dedicada à reforma nababesca do tríplex no Guarujá e sítio em Atibaia, suas houses of cards, fruto de atos ilícitos do esquema criminoso do governo petista.

A diferença entre o power couple Underwood e os da Silva é que Frank e Claire não embolsam nem se locupletam nem arruínam estatais para enriquecer às custas do seu país; eles ambicionam apenas o poder. Os Lula da Silva ambicionam os dois.

Há pouco mais de uma semana os brasileiros amanheceram diante da TV e do rádio. Perplexos mas, ao mesmo tempo, aliviados, numa reação em cadeia que se espalhou no boca a boca e nas redes sociais na forma de esperança, diante do acontecimento do dia: a Polícia Federal batendo na porta do até então – intocável – Luís Inácio Lula da Silva. Momento histórico!!! No elevador aquela voz incontida substituindo o “Bom dia” por um “Agora vai!!!”; na banca de jornal olhos fixos percorrendo as manchetes do dia com um mesmo comentário: “Agora vai!!!”. O mesmo movimento catártico visto nas ruas, na padaria, no metrô. Fogos, buzinaços, palmas em sinal de aprovação à ação da Polícia Federal e da condução coercitiva de Lula para depor sobre o maior escândalo de corrupção do país. 

Isso um dia após o vazamento da bombástica delação de Delcídio Amaral, ex líder de Governo e braço direito de Dilma Rousseff, que colocou a Presidente da República e o ex Presidente Luis Inácio Lula da Silva no centro da Operação Lava Jato. Sim, eles sabiam e participaram de tudo!!! 

Lula, a exemplo de Frank Underwood, exerce o poder de forma demagógica e populista, e tudo faz para conspirar contra os princípios democráticos do Estado e das instituições, com o firme propósito de ser o todo-poderoso da República e, à diferença de Frank, de enriquecer ilicitamente às custas daqueles que ele relegou à pobreza e miserabilidade por meio de bolsa esmolas. Hoje Lula entra para a História não como um herói, mas como a maior fraude eleitoral de todos os tempos.

Acostumado a dividir e a polemizar quando perde o controle da situação ou é contrariado, ele já demonstrou que não tem limites: convoca senadores, promove reuniões palacianas na calada da noite, pede a cabeça de Ministros de Estado, ameaça com ferocidade aqueles que se opõe a ele, intitula-se vítima de perseguição e intima o MST, MTST, CUT, sindicatos, estes, os braços armados do PT, para fomentar o caos e a violência nas ruas do país, presumindo que a imbecilidade geral lhe será favorável.

HOUSE OF CARDS jamais conseguirá superar os acontecimentos dos últimos dias vividos aqui no Brasil.

No mesmo instante em que a força tarefa da Operação Lava Jato determinava à Policia Federal a condução coercitiva de Lula para depor sobre seu envolvimento nos escândalos de corrupção apurados pelo tenaz Juiz Sergio Moro; documentos, computadores, tablets, celulares da família Lula da Silva eram apreendidos em vários endereços para fazer parte das investigações.

Horas depois enquanto Lula discursava para inflamar e acirrar os ânimos de suas milícias, esforçando-se para se colocar como vítima e alvo de perseguição, tentou escarnecer e intimidar a Justiça comparando-se a uma jararaca: “acertaram o rabo da jararaca, mas não mataram, pra matar tem que acertar a cabeça”. Bom... podem não ter lhe acertado a cabeça, mas ao que parece, ele a perdeu ao se identificar com um bicho peçonhento, asqueroso, do qual as pessoas fogem e têm medo, ah... perdeu! No popular, eis o que se abstrai do que ele disse: “Jararaca eu sou e, como vocês não tem competência para me atingir no ponto certo, continuo a ser uma cobra venenosa”. Afinal, que político em sã consciência se compararia a uma jararaca?!? Agora lembrei: seu marqueteiro, o João Santana, está na cadeia por participação ativa no propinoduto que se instalou no governo que ele ajudou a maquiar e eleger. Pois é, sem ter alguém para lhe cuidar da imagem, a fala de Lula o trai.

Não é à toa que o Bispo de Aparecida de Norte, Dom Darci Nicioli, recomendou aos seus fiéis para pisarem na “cabeça da jararaca” que encontrassem pelo caminho, numa alusão mais que didática ao episódio e à luta entre e o bem e o mal. Assim seja. Amém!!!

Aliás, o marqueteiro João Santana anda fazendo falta na cúpula petista. Como se isso não bastasse e o país não estivesse vivendo uma das piores crises da República, a desacreditada Presidente Dilma Rousseff, acompanhada de um séquito, deu-se ao luxo de deixar Brasília para ir se juntar a Lula em São Bernardo do Campo com o propósito de externar seu apoio ao ex Presidente, sem no entanto, defender o investigado no mérito, talvez por falta de argumentos. Gesto que ela chamou de solidariedade e, nós, de vassalismo.

E como se todos os acontecimentos do dia fossem poucos, ao cair da tarde, a Juíza Federal, Solange Salgado, suspendeu por liminar a nomeação do novo Ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva, empossado no dia anterior pela Presidente e indicado por Jacques Wagner (Ministro da Casa Civil do Governo), por flagrante inconstitucionalidade. Isso porque a Constituição de 88 proíbe que membros do Ministério Público exerçam cargos públicos; o que se justifica por ser o Ministério Público um órgão independente que não pode se confundir com os demais poderes. O que veio a ser confirmado pelo Supremo Tribunal Federal.

Por aí se vê que o que menos importa pra essa gente é o respeito às leis e à Constituição. Wellington César na qualidade de Procurador desconhecia o impedimento no acúmulo de funções? O Ministro da Casa Civil também? Não, eles tinham pleno conhecimento! Mas, o que importava no momento era nomear um Ministro da Justiça confiável e disposto a coibir as ações da Polícia Federal, afinal, esta está subordinada ao Ministério da Justiça. E convenhamos, apesar de haver uma banda podre na Polícia Federal vazando para a imprensa o que deveria ser mantido em sigilo (contribuindo para a destruição de provas), esta, já causou muitos estragos e está chegando perto... muito perto daqueles que cinicamente alegam “não saber de nada”.

A política petista como estelionato e projeto de aquisição $$$$ de poder parece estar com os dias contados.

A operação da Polícia Federal na casa do chefe do PT foi um marco histórico. Assim como, a denúncia apresentada pela força tarefa do Ministério Público de São Paulo contra Luis Inácio Lula da Silva por lavagem de dinheiro, sonegação de bens e falsidade ideológica, cumulada com pedido de prisão preventiva para a manutenção da ordem pública e da instrução criminal, numa demonstração inequívoca de que ninguém está acima da lei.

Na semana em que uma desorientada Dilma Rousseff concedeu indulto a Delúbio Soares, tesoureiro do PT e do escândalo do Mensalão e, foi perdoado pelo Supremo Tribunal Federal, numa demonstração inequívoca de que valeu a pena roubar no Brasil da pré Lava Jato, neste domingo glorioso, 13 de março de 2016, o país se vestiu de verde amarelo no que se transformou na maior Manifestação Política da história do país em apoio ao Juiz Sergio Moro, à Polícia Federal e à Operação Lava Jato. De fato, nunca tantos deveram tanto a tão poucos!!!

Foram 6,5 milhões de brasileiros nas ruas em coro, ávidos por mudanças e por pisar na cabeça da jararaca como recomendou o Bispo; unidos para sepultar o governo corrupto e inepto que aí está, clamando pelo impeachment da Presidente, punição ao Lula e seus comparsas e em repúdio ao partido que saqueou e enlameou o país.  

Da gigantesca mega Manifestação deste domingo resta aos parlamentares entender o que o povo pensa e a constatação de que o  (des)governo Dilma Rousseff, não tem remo nem rumo nem futuro. Nem mesmo HOUSE OF CARDS poderia ser mais dramática diante da realidade.

Agora vai!!!

Bem... poderia ir com mais leveza não fosse o escárnio e golpismo com que Dilma e Lula resolveram se agarrar ao poder para não perder a  “boquinha” e as mordomias e continuar sangrando o país.

Hoje, um dia após a maior Manifestação Popular do país, fazendo ouvidos moucos e debochando da vontade da população que anseia por mudanças na política, a Presidente em vias do impeachment, resolveu nomear para Ministro da Casa Civil, o investigado Luís Inácio Lula da Silva, que passa a exercer de fato o governo por ela (como vinha fazendo nas sombras) e de quebra se livrar da cadeia e de ser condenado pelo retilíneo Juiz Sergio Moro, passando a ter foro privilegiado por prerrogativa de função para responder pelos crimes dos quais é investigado na Suprema Corte, esta (a Suprema Corte), que mais parece ser um puxadinho do Planalto. Convenhamos que se trata também de um atestado de culpa, afinal quem não teme a Justiça, não tem motivos pra ficar se furtando de dar explicações ou se escondendo covardemente por trás de cargos públicos, além desse ardil configurar crime de obstrução da Justiça.

Quando a gente pensa que já viu tudo....




"Para aqueles de nós escalando até o topo da cadeia alimentar, não pode haver misericórdia. 
Só há uma regra. Cace, ou seja caçado." (Fran Underwood)

 
"Não é nada meu... é tudo de amigo meu..."
(Depoimento de Lula à Polícia Federal)
 
 
 
Shadow/Mariasun Montañés



Licença Creative CommonsO trabalho HOUSE OF CARDS BRASIL - PARTE 2 de MARIASUN MONTAÑÉS está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...